20 de novembro de 2017

Como será a análise de cada coreografia no 16º Encontro Latino Americano de Danças


Os festivais de dança são considerados parte primordial da formação artística de todo bailarino. É onde começa sua avaliação. É um momento relevante e emocionante, quando o resultado de um trabalho construído durante todo um período pode ser apresentado para uma avaliação técnica feita por especialistas. É também uma chance única, para bailarinos e dançarinos, a interação com o palco e público. Quem vive ou já viveu esses momentos, ainda que não tenha seguido carreira na dança, deve se lembrar do gosto especial dos festivais de dança e o imaginário que eles envolvem e despertam em cada uma das etapas que vão costurando o desejo de dançar, Desde a escolha do tema, a seleção das músicas, a prova do figurino, as limpezas coreográficas exaustivas, os ensaios que parecem não ter fim, o abrir das cortinas, o frio na barriga, os acertos, as falhas e, por fim, o aplauso como reconhecimento de um trabalho.

Mas, além da beleza e da grandiosidade das apresentações da Mostra Competitiva de um festival, alguém precisa ter o olhar crítico e esquecer o lado espectador. Essa função cabe aos jurados, que observam cada detalhe das coreografias e fazem as avaliações que definem os vencedores em cada gênero e categoria. Mas além de exercer o lado crítico, os jurados também devem ser professores, pois nos dias das apresentações, eles comentam por escrito e repassam aos competidores quais foram as principais observações em relação às coreografias apresentadas. É o feedback para o trabalho apresentado, auxiliando ainda mais o desenvolvimento de cada grupo ou bailarino. Cada festival tem seu método de avaliação. 

O Salto Fest Dance - Encontro Latino Americano de Danças desenvolveu o seu método de avaliação baseado em especialidades e pesos distintos para cada modalidade. A partir da nota emitida pelo jurado, um software analisa cada uma delas adicionando pesos especificados anteriormente e classificando a coreografia de acordo com sua modalidade e categoria. Isso permite que a Mostra Competitiva seja um mix de modalidades e categorias, tornando-a leve e bastante dinâmica. Assim, quatro especialistas escolhidos com muito critério, vão compor a mesa de jurados e avaliar cada coreografia nos seguintes quesitos:

ORGANIZAÇÃO COREOGRÁFICA & CRIATIVIDADE - (Peso 1)
A beleza corporal, visão, precisão, coordenação, flexibilidade, tenacidade, imaginação, criatividade e expressão será o foco avaliado deste item.
TÉCNICA - (Peso 3)
Avalia a forma técnica de se executar movimentos, facilitando a expressão corporal e o desenvolvimento coreográfico.
INTERPRETAÇÃO ARTÍSTICA & HARMONIA - (Peso 3)
Analisa a composição de formas e posições dentro de uma coreografia, avaliando o relacionamento do bailarino com a sua dança e seu poder de comunicação com o público. 
FIGURINO - (Peso 2)
O figurino é extremamente importante na composição coreográfica das danças. Cada gênero de dança pede um figurino adequado a ele. Esse quesito vai avaliar se o figurino é compatível com a dança apresentada.
PONTUALIDADE - (Peso 3)
O quesito pontualidade diz que cada grupo e/ou bailarino terá 10 segundos para entrar e se posicionar no palco e 10 segundos para sair. Esse procedimento já foi aplicado nas últimas quatro edições do Salto Fest Dance e funciona perfeitamente. Em princípio, todos as coreografias tem a nota máxima mas vale a pena ainda ressaltar que o palco deve estar limpo ao final de cada uma delas apresentada. Assim sendo, os grupos devem tomar muito cuidado além do tempos, principalmente no tocante aos desprendimentos e solturas de adereços ou partes deles usados nas coreografias. Isso pode eventualmente sujar o palco e prejudicar a pontuação. Caso isso venha a ocorrer, a Mostra Competitiva é interrompida, o palco limpo e o grupo e/ou bailarino penalizado - para cada 10 segundos de atraso, tira-se 01 (um) ponto da nota máxima fixada no quesito PONTUALIDADE.


Além desses quesitos, existe ainda um peso diferenciado para cada jurado em sua especialidade. Ou seja: quando uma coreografia de ballet clássico for julgada, as notas do jurado especialista em ballet clássico terá um peso maior (peso 3,0) sobre as notas dos outros jurados. Isso é feito automaticamente pelo software desenvolvido pela Bravo Cultural. E assim será em cada especialidade, cujos jurados fizerem parte da banca do festival.  Quando uma coreografia apresentada não tiver especialistas no corpo de jurados, haverá um jurado generalista - que tem especialização em várias modalidades. Assim, todas as coreografias terão uma análise justa e imparcial e como todos tem formação superior em danças, a avaliação das coreografias fica isenta de protecionismos e ninguém saberá antecipadamente quais foram os vencedores. Nem os jurados e nem a própria Curadoria, uma vez que a listagem só é impressa algumas horas antes o início da Noite de Gala e Premiação. 


Os prêmios de melhor bailarino(a), melhor conjunto de obras apresentadas e prêmio revelação do festival serão escolhidos diretamente pelo júri, em consenso colegiado, na última noite da Mostra Competitiva. Todos os detalhes do Salto Fest Dance 2018 - 16º Encontro Latino Americano de Danças poderão ser conferidos em cada página deste site. Ele é uma ferramenta especialmente desenvolvida para que não fique nenhum questionamento sem solução.